Não perca essa oportunidade! Preencha e receba agora mesmo os preços e detalhes:
Eu li e concordo com os Termos de Uso e a Política de Privacidade
Ligue já e
agende sua consulta
11 3034-4238 11 9-9734-6584

Catarata: quais são os tratamentos?

Catarata: Exames que você precisa fazer

A catarata é a doença oftalmológica responsável por cegar o maior número de pessoas no mundo. A doença consiste na opacidade do cristalino do olho, responsável pela chegada de luz até a retina para a formação de imagens. No início ela se apresenta apenas como um leve incômodo ou dificuldade de focalizar objetos e paisagens, no entanto, com o passar do tempo, a catarata tende a evoluir, podendo chegar até o estágio de cegueira.

O tratamento da catarata pode ser a solução para que você consiga se curarantes mesmo de a doença evoluir para algo mais grave e, com isso, voltar a ter uma vida normal.

Entenda quais são as alternativas de tratamento para a catarata.

Como tratar a catarata nos olhos?

O único tratamento totalmente eficaz na cura da catarata é a cirurgia. Através dela, o cristalino é substituído por uma lente intraocular (LIO). Essa nova lente passará a fazer a função do cristalino, possibilitando que o paciente volte a enxergar normalmente em pouquíssimo tempo.

Atualmente não é necessário esperar que a doença evolua a um estágio mais grave para recorrer a cirurgia, como era feito há pouco tempo atrás. Isso acontece porque a cirurgia no estágio inicial da catarata devolve qualidade de vida ao paciente, além de também eliminar qualquer possibilidade de alguma sequela permanente na visão.

Como funciona a cirurgia de catarata?

A cirurgia de catarata é um procedimento rápido, de baixo risco e indolor que se resume na retirada do cristalino para substituí-lo por uma lente intraocular artificial. A cirurgia é realizada sob anestesia local e tem duração de cerca de 15 minutos, com alta do paciente no mesmo dia do procedimento.

A única maneira de se curar da doença, é optar pela cirurgia da catarata, um procedimento que pode te ajudar a voltar a ter uma vida normal em pouquíssimo tempo. Boa parte dos pacientes retorna à rotina em cerca de uma semana, apresentando total recuperação do procedimento em cerca de 30 a 45 dias.

Existem dois procedimentos muito utilizados para a cirurgia de catarata: a facoemulsificação e a cirurgia a laser.

Facoemulsificação

A cirurgia de catarata com a técnica da facoemulsificação é a mais utilizada pelos cirurgiões, por ser tratar de um procedimento simples e de baixo risco. A cirurgia utiliza uma espécie de cânula, que é inserida no globo ocular através de um pequeno corte (de cerca de 3,5 mm), dilui o cristalino e também o aspira. Essa mesma cânula retorna ao globo ocular e insere a nova lente que fará a função do cristalino.

Cirurgia de catarata a laser

A cirurgia de catarata a laser é um procedimento um pouco mais moderno do que a facoemulsificação, no entanto, custa mais caro. A diferença entre os dois procedimentos está na forma de incisão, ou seja, na facoemulsificação, o corte é feito através de bisturi e na cirurgia a laser, é o próprio laser o responsável pelo corte, oferecendo mais precisão no procedimento.

Apesar de o corte ser feito de forma diferente, a substituição do cristalino costuma obedecer ao procedimento de facoemulsificação, ou seja, é utilizada uma cânula ligada a um aparelho ultrassônico que dilui o cristalino, o aspira e, em seguida, insere a nova lente no globo ocular.

Para entender detalhadamente cada tipo de cirurgia de catarata, basta clicar aqui.